Artista

foto do ArtistaChristopher Gui é artista, multimídia, autodidata. Diretor, bailarino e coreógrafo de sua própria companhia de dança – a Divino Drama Dança, criada em 1993. Criador, transformador, movido à desafios. Nessa busca constante, Gui revelou seu dom para outra arte: a joalheria autoral. Coreografia de metais, pedras e desejos, na visão do artista: “Hoje, a joalheria é um braço extenso da arte que venho desenvolvendo por toda minha vida. Ela me permite viver de forma solitária todos os momentos contidos no ato de criar, desde a inspiração até a apreciação da obra criada”.

Dança e jóias, universos que se completam no talento de Gui. Artes que seduzem e envolvem plasticidade e beleza em linhas surpreendentemente definidas que contêm vida e movimento. E de onde vem a inspiração? Do caos ordenado da natureza – traduzido pelo recorte sinuoso das montanhas, pelo colorido das florestas e pelo humor dos mares, ora plácidos, ora revoltos.

A técnica de confecção das peças também é elemento que acentua o instinto único do artista: Gui utiliza a mesma forma arcaica de transformação de metais utilizada por povos antigos como os etruscos e os egípcios. Dentre as matérias-primas não faltam titânio e cobre, passando pelo requinte absoluto do ouro e da prata e de gemas exóticas de Brasil, Ásia e África.

A essência deste trabalho você pode sentir no contato da sua pele com peças exclusivas que expressam todas as formas do seu desejo.